segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Reflexão do dia 24/02

Seria muito natural, como quando eu sento no chão da pista de Skate pra trocar idéias com meus amigos.

-"E aí Gaby, como você está?"

-Hey, até que tô bem, e você?

-"Estou sentindo a sua falta, faz um tempinho que a gente não conversa como antigamente. Lembra quando você me pedia opinião até quando ia escolher uma roupa pra vestir? daí você dizia: -Devo usar essa ou estou me exibindo demais? aí eu confirmava com uma paz no seu coração se deveria ou não, rs. Se lembra quando você estava em dúvida em relação a qualquer assunto daí sem pensar duas vezes recorria a minha palavra a gente conversava e você se sentia segura sobre qual atitude que iria tomar. Se lembra sobre quando eu te alertava sobre algo que você queria muito fazer mas não deveria mas aí você insistia.. depois dizia: "Ok, não vou , eu sei que sou teimosa me perdoe".Se lembra de quando você falava pra eu segurar muito forte a sua mão? que sozinha nada poderia ser feito? Se lembra de quando você foi fazer a primeira tatuagem e a looooonga conversa que tivemos antes? Se lembra de quando seu relacionamento terminou e o único pra quem você contava tudo que se passava em sua mente era Eu?. Nossa Gaby foram tantos momentos que eu passaria mais de 22 anos contando, mas por quê mais? Pois antes da sua existência eu já te contemplava.
Tudo que eu disse não é pra jogar em sua cara, é pra lembrar o quanto já fomos muito amigos e de repente você deixou com que as decepções te fizessem preencher quase que todo o espaço que você reservou pra mim. Fomos, somos, e seremos amigos, Eu estarei sempre ao seu lado. Sei que você me sente, sabe que tenho te livrado de coisas ruins, e que seu amor continua intacto, agora só falta deixar que marcas causadas por humanos não te deixe tão abalada como tem acontecido.
Vou te deixar aqui (sem te deixar literalmente) deitada olhando o céu e refletindo. Te amo."


Pra muitos pode parecer loucura mas eu não ligo. 
Humm, não sei por qual razão eu tô postando algo tão tão mas tão pessoal no blog, mas de alguma forma me sinto mais leve. 
Minhas conversas com Jesus nunca foram cheias de -vou ter que usar as palavras mais difíceis-, sempre foi algo assim como eu sou: descomplicada e direta. ELE é a minha força! meu refúgio!.
Tô meio 'assim' :/ ultimamente, mas tudo vai se resolver.

PS: Eu ainda não sei por qual razão eu resolvi escrever sobre algo tão pessoal.

God Bless all.


Nenhum comentário:

Postar um comentário