quarta-feira, 14 de maio de 2014

Memórias- Parte 3

afinal de contas eu era a esquisita ninguém me notava e se me notava não dizia, eu não tinha me dado conta de que me achavam bonita (...)

envolvida com a banda estava me esquecendo do que é prioridade em minha vida, e ao invés de progredir eu estava regredindo. Mas por quê regredindo? Sei que quando o meu estado Espiritual não está bem todo o resto não está (não sou ligada a tal religião e sim a Jesus e seus ensinamentos). Resolvi dar uma pausa para recuperar o tempo perdido e começar a realimentar minha alma e Espírito com o que realmente interessa, durante o processo abri mão de coisas, pessoas e lugares que não fortaleceriam minha comunhão com Deus. Se foi fácil? não! não é moleza deixar o que traz alguma satisfação, porém momentânea que só massageia o ego.
 Comecei a me lembrar do cuidado de Jesus e do Espírito Santo para comigo, das vezes em que fui poupada de determinadas situações e de outras em que houve a permissão de que acontecesse para eu poder sentir na pela quão ruim é estar longe, me lembrei de uma  conversa com uma amiga: - Quando passo por aqui me lembro da orla, sinto saudade da Praia, Dezembro está chegando 
e eu não planejei nada. Como eu gostaria de conhecer o Rio de Janeiro. Poucos dias depois recebo uma visita inesperada de pessoas que são praticamente meu tio e tia me convidando para ficar um tempo em Cabo Frio e Niterói *-*, eu simplesmente não acreditei, meu pedido inocente foi ouvido e atendido, e nesse tempo longe de casa tive um direcionamento intensivo a respeito do que eu achava que já sabia, onde fez uma diferença GIGANTE.



  Primeiro passo dado, as coisas já estavam/ estão se ajustando, peças se encaixando, estou amadurecendo, o que ocupava espaço em minha mente como preocupação se transformou em: Esperarei e confiarei em Deus pois somente Ele sabe das minhas necessidades e o que é melhor pra mim.  
   Tenho uma conexão com Cristo antes do meu nascimento, mesmo criança sem saber o que estava acontecendo sempre conversava com Ele a respeito de tudo, fui crescendo e o diálogo não cessou mesmo nas épocas em que eu "não estava nem aí" pedia forças por não ter força nem para orar, na época em que eu era vista como esquisita Ele continuava comigo porque o que realmente interessa é o meu coração apesar dos piercings cabelo picotado e etc. 
  Vi pessoas se aproximarem pelo que eu me tornei fisicamente, estas que antes nem conversavam comigo, continuarei presenciando esses casos, interesse quanto coisa gira em torno do interesse. É tenso. 






 Muita coisa ainda vai mudar.
ESTOU AMADURECENDO.   

ótima tarde.

   

Nenhum comentário:

Postar um comentário