terça-feira, 6 de maio de 2014

Memórias parte 1

 E aí (:

Me veio algumas lembranças de umas épocas aí. Nostalgia.



-"Esquisita/estranha" veeeish, nem te conto quantas vezes fui chamada assim pelo simples fato de curtir um Rockzinho. Enquanto a maioria decidia em qual festinha ir eu preferia ficar em casa, de vez em nunca quando eu decidia sair optava por um look mais comportado ( short com meia calça, blusas fofas monocromáticas- emozando-) meu objetivo sempre era apenas me divertir, conversar, rir bastante e não chamar atenção com o meu corpo. Se eu me interessava pelos garotos do colégio? raros casos, geralmente os de gosto musical similar, mais largados, com cabelo desarrumado (moderadamente, pq né...rs), os mais quietos misteriosos mas ao mesmo tempo divertidos. As meninas 'normais' sempre estavam em busca de aventuras e consequentemente não sossegavam com um só, eu ficava chateada com essa atitude não porque eu era a "excluída" mas porque eu via sentimentos e valores sendo jogados no lixo (isso sempre me irritou profundamente). Gostava mesmo era de contemplar a natureza acompanhada do caderno lápis ou caneta e ali transformar sensações em palavras, músicas, poemas. Comprava revistas adolescentes, nossa! eu era viciada, queria estar por dentro das notícias sobre bandas e artistas, cortes de cabelo, looks, dicas de relacionamento (ahueahue). Como eu ainda não poderia ter tatuagem colocava piercings e desenhava como eu seria futuramente (também esteticamente falando). Na maioria dos trabalhos escolares eu era a jornalista, amava quando algum tema era relacionado a música! após apresentar voltava para o meu lugar na maioria das vezes ficava calada, se dizia algo era pra bater aquela velha resenha, aaah as resenhas, zoações, quando estava com os meus bests eu realmente me jogava e não tinha piedade depois fingia que nada tinha acontecido (cara de santa ever, kk) .As únicas reclamações que já levei foi por ter esquecido o livro ter chegado atrasada ou por estar me olhando no espelho ¬¬, como sempre tive essa carinha fofa, huhuhu, nos dias em que estava beem tagarela assim que a professora olhava eu ficava quieta e quem levava bronca eram os outros. Omg, como eu era apaixonada pela Amy Lee, e louca pela Hayley, omg!!!.
Sempre me senti uma estranha nessa cidade até que fui conhecer SP, como esquecer a ótima sensação em pisar na Terra da Garoa e ver trocar idéias conhecer pessoas esquisitas como eu *----*.    

TO BE CONTINUED ...


Nenhum comentário:

Postar um comentário