domingo, 29 de outubro de 2017

Originários -parte 1

 
          Boa noite!
          Está acabando 2017, aleluia! gente, eu comecei fazer a contagem regressiva faltando
 160 e poucos dias, depois vou dar uma olhada em publicações antigas para ver o número exato. Bem vindos a meu mundo com pitadas de ansiedade, é, também...


     Foto: Nagual Pardo


     Qual é o primeiro pensamento que vem quando se fala a palavra índio? Justifique sua resposta
_________________________________________________________________________________
 
      Eu gostaria de te dizer que é muito mais do que arco, flecha, nudez, dança da chuva, "cabelo de cuia", vai além.

DO COMEÇO-

      Desde muito novinha sou bem conectada com a natureza, mas não é algo do tipo de achar maneiro, legal para fotografar, essas coisas. Ao ver bichinhos especificamente insetos mortos eu criava uma espécie de cemitério no quintal de casa, tinha uma partezinha de terra, rsrrs, então eu pegava caixas de fósforo e fazia uma estrutura classe A. Alimentava pardais, lagartos e o que viesse ♥.
 Morei durante um período da minha infância em cidades litorâneas, tenho boas recordações dessa época, não sei se tem alguma ligação com o meu fascínio em relação ao mar e ambiente praiano.
    Os índios tem essa conexão e eu me identifico, é um cuidado e proteção com algo que ganhamos, e quando você recebe algo muito valioso e ainda por cima 0800 seu dever é cuidar, e quando o que foi recebido é algo ligado diretamente a sobrevivência o cuidado tem que ser triplicado, mas não é isso o que vem acontecendo :(



 (   Mais de 50% de toda a área de vegetação natural do MUNDO foi devastada,
e você colabora com isso quando joga lixo no chão, desperdiça água, comida, energia, etc... coisas que são vistas e ouvidas a todo tempo mas nunca aprendidas. Educamos um pet que é um ser irracional e faz mais efeito do que em seres "humanos, racionais".)

    Cayari é um nome típico brasileiro, mas, mesmo assim, de rara ocorrência no país. ... Justo por isso, o nome Cayari é bastante significativo pois, além de seu significado real, tem a ver com a resistência e a sobrevivência de uma cultura. O significado de Cayari, literalmente, é “Rio dos Cajás”. Então eu resolvi levar também artisticamente a responsabilidade de conscientização, imposição de respeito aos povos indígenas que infelizmente tem pouca visibilidade em relação as suas reivindicações.
  As pessoas já faziam uma comparação dos meus traços físicos com os índios e é algo que me orgulha sempre. Ao pesquisar a história da minha família soube do nosso parentesco com os Maracaiares e Tapajós, que habitavam nas margens dos Rios das Contas na cidade de Ituaçu- Bahia.
  Gosto de deixar claro que não é representação, é real! eu venho me articulando faz algum tempo para por em prática todos os meus projetos, que por enquanto são tão pequenos, mas vai ter, trazer, fazer impacto. 
   

continua...



domingo, 22 de outubro de 2017

Se livre

          Boa noite! sussa?

         Cara, sei que você quer saber sobre esse meu universo indígena, vou adiantando: É REAL! e não representação pelo fato de eu ter os traços físicos dessa galera massa, rs. Acompanhem os próximos capítulos.

 
       O assunto de hoje é sobre o Perdão. Palavra bonita de se dizer, não?

" 1:remissão de pena ou de ofensa ou de dívida; desculpa, indulto
2:ato pelo qual uma pessoa é desobrigada de cumprir o que era de seu dever ou obrigação por quem competia exigi-lo "

      Sou admiradora daqueles que conseguem perdoar. Algo fácil de dizer, difícil de praticar (té rimou). Você ir de coração aberto e conseguir "neutralizar" o que de mau já fizeram, por mais que o ocorrido seja tenebroso, é uma dádiva, dom que eu não tenho.
      Não conseguir perdoar é ter que levar uma carga durante um tempo, durante uma vida, é ficar revirando memórias, teu cérebro aperta a tecla repeat diversas vezes, em alguns momentos é possível ouvir com perfeição o que foi dito, reviver a cena, como se tivesse acontecendo em tempo real. Insano, pode trazer depressão,baixa estima, dores musculares, hipertensão e até câncer.

"Não julguem e vocês não serão julgados. Não condenem e não serão condenados. Perdoem e serão perdoados. 
Lucas 6:37
Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: "Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?" Jesus respondeu: "Eu digo a você: Não até sete, mas até setenta vezes sete. 
Mateus 18:21-22

   
    NÃO É NADA FÁCIL!
   Sabe onde começou o meu não conseguir perdoar ninguém? Dentro da Igreja, onde se iniciou a enxurrada de decepções (e eu era apenas uma criança), lá também foi onde eu pedia a Deus por misericórdia e força para conseguir deixar pra lá o que me causaram (continuo, mas faço em casa, na rua, trabalhando....)
  Falta de fé? JAMAIS! As igrejas -lugar físico- são todas ruins? .... no.... uma ou outra consegue levar a sério e passar aos outros o verdadeiro sentido de servir a Cristo.

Insano, pode trazer depressão,baixa estima, dores musculares, hipertensão e até câncer
Deixo aí pra você refletir, é ruim, sofro, vou tentando melhorar a cada dia... tentando não pensar em V de Vingança, a mente humana é loucona, um desequilíbrio e BUM.
 GOD BLESS the music! anestésico.

 Vamos melhorar?

bjo



domingo, 8 de outubro de 2017

 
                                              Fé |  Confiança  |  Crença  | 

     Vamos imaginar juntos. Você já assistiu algum filme ou clipe em que o protagonista fica no centro da cena, ha!, e as câmeras dançam fazendo com que tudo gire dando a sensação de : " Holy shit, I am lost, am I alone? bro!".
Se você ainda não passou por isso que legal, mas acontece, não digo pela cena, hehe, e sim pelo sentimento.
Esse negócio de ser artista dá um trabaaalho, ok, tirando quem já tenha começado cedinho ou que tenha contatos nesse Universo louco, mas eu, que sou uma pessoa "normal" acordo todo santo dia santo reforçando o pensamento de que tudo vai dar certo, uma hora ou outra vai rolar, sim! Durmo com a esperança de que todo o trabalho que tenho será recompensado da melhor maneira.
 
                                                   Fé |  Confiança  |  Crença  |     

     " Nem penso em desistir " pode até ser uma frase impactante, que faz bem a quem ouve, quem lê, mas na real bem na real mesmo não é 100%. Tem acontecido com mais frequência eu me pegar fazendo planejamentos sem que a música esteja inclusa, mas...seria triste ter que viver sem o que eu amo e nasci pra fazer. 
       Tudo é bem tenso, falta grana pra investimento, e a pouca que utilizo tem sido sem retorno, aaah os começos sempre tão tensos, mas o pior de TUDO é ter que lidar com pessoas que afirmaram que estariam ao meu lado auxiliando de alguma forma, mas na hora do 'é agora' nada dito foi cumprido.

                                                   Fé |  Confiança  |  Crença  |

    Sabe, a fé que tenho nunca deixou que eu me abatesse, se não fosse por isso já era. Mano, só quem passa entende a loucura que é, montanha russa de emoções.

   WORK work work, os poucos que estão comigo agora são os que estarão comemorando daqui há alguns anos, meses, semanas, dias ou quem sabe amanhã. A sorte vai chegar, mudar


 Você aí, caro leitor, não se deixe abater, tu é maior que isso! Vai longe. Olha pra frente!






             
F É                                                           

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Eu tô nessa Vibe pt 2

  E aí, tudo ok?.
    Putz, durante anos e anos fiquei imaginando como seria meu primeiro clipe. O item primordial da lista era: *gravar cenas da chuva*. O tempo foi passando, a vontade aumentando junto com as responsabilidades, bom, não sobrava uma graninha nem para o começo da gravação.
   O sentimento de incapacidade, tristeza, ansiedade (#sofro), medo se juntavam e bailavam todas as noites pra mim, e eu me perguntava: : Será que esse dia vai chegar?. 
   Gravei meu primeiro Rap em stúdio, o Geração Alienada (2014) e em seguida Palavras Entrelaçadas. Tudo estava indo bem até eu dar uma pausa, esta completamente desnecessária, confesso que se eu pudesse voltar no tempo modificaria isso :( enfim.... 
    Antes de iniciar o processo de maturidade na música eu precisava reestruturar o psicológico, o emocional, com 65% dessa etapa concluída tive mais forças para seguir em frente.



    Finalmente, em 2017 gravei Vibe, já passava da hora de ter um material audiovisual, juntei a grana, e juntamente com Bruno, Jonathan e Lara mesclamos idéias onde o roteiro foi desenvolvido:
 VOU RESUMIR:

    Dia 1: Iniciamos o processo de gravação na pista de Skate, no Ginásio de Esportes Raul Ferraz. 
 Tenho muuitas histórias pra contar, a pista fez parte de uma adolescência que foi até legalzinha, haha, até a fase adultinha. Bom, o enredo do clipe necessitava de um carro antigo, daí o Bruno achou um Landau lindo.com.br e o alugou ♥, não foi baratinho :(... segue o baile. 
   Seguimos para uma área aberta, em algumas partes eu realmente dirigi, estava m-o-r-r-e-n-d-o de medo, de atropelar alguém ou acelerar demais e bater, slá, rsrs, mas tudo deu certo.


   Dia 2 depois de alguns dias:  Era sexta feira, 2 horas de bus da cidade em que estou morando até a cidade onde nasci (a que rolou a gravação). Sábado, era tarde, chovia muito, o produtor viu que havia a possibilidade de captarmos ótimas cenas chuvosas era possível, e assim aconteceu. Passava um filme em minha mente, estava acontecendo! Finalmente! Mesmo se eu gripasse eu estaria feliz pois o sonho de gravar na chuva havia se realizado. Pode parecer besteira para alguns mas, cara, estava acontecendo! hehehe

   Dia 3 depois de muitos dias:  AAH, a cena do interrogatória ficou maneira demais! O ator Bruno Andrade vulgo meu marido deu o toque que precisava :D

Com a Produção: Trini Audio Visual
Beatmaker: Loro Vudu Direção: Jonathan Valim e Lara Valim Filmagem: Jonathan Valim e Winderlan

capacidade e graça de Deus, Vibe está na pista. Rolando no Youtube, Soundcloud, Facebook, Instagram. Ainda não tem 1.000.000 de visualizações, mas é meu orgulho! Foi tudo feito com muito cuidado, esforço e dedicação.
Pra vocês que não viram ainda clique no link da postagem abaixo, não se esqueça de dar o like e se inscrever no canal pois isso ajuda muito muito mesmo.

Beijos, muita coisa boa está por vir.
Boa noite

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Eu tô nessa vibe (8


 No dia 30 de Junho eu lancei meu primeiro videoclipe, hehehehe. Vocês sabem o quanto a música significa pra mim! E há anos eu tô na caminhada. Não vou escrever muito nessa postagem, na próxima conto mais sobre a história, o que rolou, se eu dirigi mesmo, se era chuva de verdade ou mentira, enfim....

Assista, deixe o joinha, se inscreva já ativando o sininho para que você receba as notificações dos meus próximos vídeos.

CLIQUE AQUI- Cayari- VIBE








sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Fala baixo aê!

03:37 am.

 O que acontece quando seus vizinhos estão fazendo muito barulho tarde da noite ou da madrugada?

1: Usa toda a sua educação para uma conversa amigável face to face
2: Chama a polícia
3: Utiliza a tecnologia para dar o aviso (se tiver o número/ contato virtual)
4:Começa a fazer barulho também
5:Espera amanhecer pra quebrar o pau
6: Deságua sua indignação com o bairro todo menos com os responsáveis
7: Não faz nada, já virou rotina. Acaba se conformando 

 *Detalhe que pensei em opções que nunca passaram pela minha cabeça, ahuahueh
.
Tá, e quando esse lêlêlê todo está dentro da sua mente?. Desfile de escola de samba, passeata de torcedores fanáticos ou campanha política, falsete da Melody são fichinha perto da baderna interna.






   Eu mudei! Mudei muito e tenho vivido em completo estado de amadurecimento (sem perder essa vibe marota resenhista que eu não me dou o trabalho de perder). Quem acompanha o blog, quem é novata(o) e deu uma passeada por outros textos, percebe que minhas idéias sempre foram bem maduras, bom, se não chegaram a essa conclusão estou adiantando, hehe. Sempre fui muito racional ao tomar decisões, na maioria delas. Cometi deslizes, afinal de contas robô é outro e não eu. Talvez, o maior arrependimento, foi ter me deixado levar pela porcentagem significativa de lavagem cerebral   
causada pela Religião/por pessoas , isso me corrói por dentro todas as vezes que lembro.

   Mas o que me fez acordar? Me dei conta que estou há mais de 1 hora fazendo este texto :p
 Acúmulo de stress. Literalmente obrigada a fazer o que DETESTO, ter que lidar com pessoas que mentem, enganam, desprezam outros. Pra quem não sabe tive que me mudar de cidade por uma boa causa, kkk, mas a minha adaptação aqui é 0. Não é tão de boa para quem sempre buscou aprender coisas novas, conhecer gente doida, quase se fraturar praticando esportes (ajam com cautela), lidar com determinadas coisas. Não sou normal, padrão, e NUNCA vou ser.





  Todos nós temos feridas não cicatrizadas e somos forçados a conviver com elas, até que se cure, e quando isso acontece, aaaah meu bem é muita melodia! Pqp você se deparar com algo antes maléfico mas que passou a ser insignificante é bom demais!. Espero me curar logo, e desejo o mesmo a você

:* 05:15 am.

Continuem acompanhando o blog




quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Que coisa, não?


 Há coisas que podem parecer normais para você, mas em minha vida esse trem muda.
 Mano, eu acordei 3:38 da manhã com uma vontade visceral de escrever. Poderia pegar o celular que está ao lado da cama, o caderno que é a segunda opção mais prática, mas não, tinha que ligar o computador!.
 Incrivelmente minha última postagem foi dia 4 de AGOSTO de 2017, 1 ano atrás.



*PS: Esse horário daqui de baixo está errado -_-'